Realização

Metodologia de Monitoramento da Restauração Florestal

no estado do Rio de Janeiro

Aqui você vai encontrar o passo-a-passo de como monitorar seu projeto de reflorestamento. 

_______________________

01 | Faça o seu checklist

 

Uma vez no campo, fica difícil voltar para buscar aquela trena ou gps! Sugerimos que você liste os equipamentos de medição e de segurança necessários e os verifique antes de iniciar o trabalho. Você irá precisar de EPIs (perneiras, botas, vestuário adequado) além de água, lanche e protetor solar. Para a coleta de dados, leve trena de 30 metros (no mínimo), estacas (opcional) você pode usar canos pvc, bambu, ..., pranchetas, sacos de coleta e etc. 

02 | Planejamento e metodologia

 

Monitorar áreas em processo de restauração florestal é uma tarefa que necessita de planejamento prévio. Para cumprir este objetivo é necessário escolher e utilizar metodologias adequadas, recomendamos utilizar a metodologia desenvolvida pelo Pacto pela Restauração da Mata Atlântica adequando a realidade do seu projeto caso necessário.

03 | Parâmetros

 

Os parâmetros irão subsidiar a análise de dados. Atualmente o Inea baseia seus pareceres utilizando os seguintes parâmetros: densidade (nº ind./ha), porcentagem de indivíduos zoocóricos, porcentagem de cobertura de copa, equidade (J'), riqueza (S'), altura média (metros) e porcentagem de infestação por gramíneas invasoras. Para saber mais consulte o referencial teórico de monitoramento do Pacto.

04 | Coleta de dados

 

A  coleta de dados é a parte prática do monitoramento. Agora é ir a campo e montar parcelas de 100 m² (4x25 m), sempre com orientação norte. Dentro das parcelas deverão ser identificados e mensurados os indivíduos plantados e regenerantes maiores que 60 cm de altura. Os dados devem ser anotados em planilhas respeitando a intensidade amostral recomendada por projeto, não se esquecendo de marcar ao menos um ponto de GPS por parcela, e de realizar o registro fotográfico.  Para saber mais consulte o referencial teórico de monitoramento do Pacto.

Sobre a intensidade amostral (IA) utilize a seguinte regra:

IA = (AP-1)+5

Onde: AP= área do projeto
 

05 | Análise de dados

 

Em posse dos  dados, cada parâmetro do seu projeto pode ser comparado a escala de valores adotada pelo Inea para os projetos de restauração no Estado. Por meio da Restauradora nossa "Calculadora da Restauração" você chegará ao conceito final para o seu projeto, apontando para a aprovação ou necessidade de adequação. Os resultados vão variar conforme escala abaixo:

 

Crítico (valor muito abaixo do esperado) onde o parâmetro recebe a nota 0 (zero); 

Mínimo (valor entre o crítico e o adequado) o parâmetro recebe a nota 0,65;

Adequado (atinge o valor esperado ou superior)  o parâmetro recebe a nota 1 (um).

 

O conceito final do projeto é calculado da seguinte forma:

 

 

Conceito final=  ∑ nota x 1,4286

 

 

Os projetos que obtiverem nota maior do que 8,0 são considerados satisfatórios. Valores abaixo de 8,0 conduzem a revisão das ações do projeto com vistas ao atingimento dos parâmetros considerados desejáveis para o 4º ano pós plantio. Importante em caso de um parâmetro não pontuar, o projeto necessitará de revisão.

Acesse aqui a Restauradora, "a calculadora da restauração florestal", e avalie o seu projeto.